Certa vez, ele entrou no escritório com uma máscara de girafa e começou a trabalhar naturalmente, como se nada estivesse acontecendo.

Deixou sua bolsa ao lado de sua mesa lotada de papéis, canetas, clips e o velho computador, como sempre.

Puxou seu celular do bolso e conversou com os clientes com a naturalidade e o carisma que lhe era peculiar.

De início despertou risadas, brincadeiras e estranhezas.

Os mais íntimos até tentaram retirar o apetrecho, mas estava muito bem presa em sua cabeça, além de ser um homem ágil o suficiente para se esquivar das tentativas frustradas.

Pararam quando perceberam que ele realmente estava falando sério. Assim, daquele dia em diante, ele só aparecia no escritório vestido daquela maneira… de cabeça de girafa!

Ao contrário da personalidade anterior,  Sr. Girafa é um homem muito sério e por ter aumentado significantemente as vendas desde então, nenhum diretor e nem ninguém o proibiu de se vestir desta maneira, apenas o declararam exótico.

Hoje, está fazendo um ano que está nestas… confesso, perplexo, que já não me lembro de seu rosto, além de quase não o chamarmos pelo nome que nos fora apresentado.

Estranho? Pois é…

Estava tudo calmo e resolvido sobre isto, acostumamos com este fato e ponto. Porém, de repente, no dia de hoje, ainda pela manhã, a rotina fora quebrada mais uma vez… minha amiga querida, da baia ao lado, apareceu por aqui muito séria, isolada e determinada, estava usando uma cabeça de porco cor-de-rosa!!!

 

 

Anúncios