Veja o vídeo abaixo com o texto, acho que se encaixam muito bem! 🙂

Olhou pela enorme janela de seu quarto e viu uma linda noite azulada pela lua cheia.

Ela, neste formato, é impressionantemente clara, grande e dona do céu!

Os dias de lua cheia mexem com as emoções e creio que deva, mesmo, mudar alguma coisa dentro das pessoas.

Era hora de deitar e ele sentia que a noite iria ser diferente, com certeza! Seria a lua que trazia aqueles sentimentos também?

Ele era alguém de muito poder e prestígio entre os seus, mas algo estranho estava acontecendo nos últimos anos, uma fraqueza constante parecia abater suas palavras, pensamentos, opiniões e raciocínio.

Um líder em decadência? Lembrou de tempos passados em que a disposição, alegria e a vontade de vencer impressionavam.

Seu poder estava indo embora, talvez estivesse se desligando daquela realidade.

Isto justificaria tantas fraquezas e a má vontade de solucionar aquela situação e sua total falta de vontade em se recuperar.

Ir! Era uma possibilidade desejável!

Então, teve uma sensação: E se fosse morrer naquela noite, sairia em paz daquele plano?

É uma dúvida que muitos sentem em um determinado ponto da vida, mas será que alguém no planeta teria esta tranquilidade e esta capacidade?

Deitou entristecido, não foi perfeito e feliz em muitos momentos! Errou demais e a perfeição bateu longe, como quase sempre.

Poderia ter abstraído em alguns momentos e se afastado de encrencas. Poderia não ter julgado, gritado, brigado e ofendido. Pois é!

Não deu a outra face em muitos casos, então, foi violento, emputecido e irritado.

Falou palavrões e foi sem educação com algumas pessoas, talvez com razão, mas sem a sensação de vitória, como sempre.

Quando você tem uma doença crônica, e se você é uma pessoa que pensa e reflete sobre a vida, logo tem consciência sobre a finitude humana, pior ainda, a sua finitude.

Hoje irá deitar com as dores do mundo, com a sensação de não estar cumprindo com o contrato!

Triste sensação de não estar caminhando com a proposta divina.

Pensou que sua experiência, sua existência, o ser humano que se propôs a ser, não é quem gostaria que fosse. E esta consciência e realidade é muito triste!

Mais triste ainda é perceber que ninguém está pleno, feliz e realizado! Ninguém abaixo desta linda lua azul  e poderosa no céu têm este poder… a felicidade plena!

Se perguntava se os antigos, as pessoas mais velhas de um passado não tão distante assim tiveram esta mesma sensação?

Respirou fundo e lamentou:

– Não sou feliz!

Mas, não entendam mal sua afirmação. Ele só não é feliz por causa desta experiência pesada que estava experimentando, tão infinitamente inferior ao que poderia ser ou costumava desejar.

Ele sabia disto, sentia que podia muito mais, mas apenas se arrastava sem empolgação para mudar e melhorar tudo o que estava por ali.

Seria apenas uma utopia sofrida e sem sentido, pois com o surgimento do sol e o novo dia, tudo melhoraria e aliviaria?

Tristeza e um vazio! Noite quente e complicada.

Precisava encontrar o cara feliz e cheio de energia que morava dentro dele mesmo.

Sua procura espiritual estava incompleta e seu tempo parecia estar findando.

Hoje deitará em sua cama mais uma vez, com um vazio enorme no peito!

– Linda lua, dona desta bela noite quente, adoraria começar a vida! Adoraria que ela começasse, agora!

Anúncios