Eu, particularmente, queria estar no mar. Se há uma única coisa que me eleva o pensamento, a sensação de alguma Divindade por perto, é um mar leve. Com minha pranchona, boiando na espera tranquila por ondas gordas, fortes o suficiente para empurrar minha pesada, cansada e linda estrutura rumo à uma praia cheia de areia quente e amigos descontraídos. Lá, somos iguais, mesmo que uns mais lindos e outros nem tanto… mas muito perto de uma igualdade econômica! Somos livres!
Estou longe da praia estes tempos e é assim que tem que ser neste momento.

Todo o resto são apenas ilusões, lutas desesperadas pela sobrevivência, dar exemplos aos filhos, se sentir bem em família, por um trabalho qualquer que nos alimente e garanta um abrigo… além de todas as outras bobagens que necessitamos e que, por certo, acabamos conquistando, se houver tempo para isto.

Mar é a melhor expressão Divina. Quanto ao resto? Apenas maluquices criadas pelo homem para garantir a ordem e umas coisinhas mais…
Não subirei aos seu Céu em minha passagem, não este céu maluco que criaram, onde todos rezam e se jogam no chão na passagem de Jesus. Não!

Só imagino um Jesus normal, que entre um pedaço de pão e um gole de café tem um ótimo senso de humor, conversas alheias do dia a dia e menos maluquices criadas pelo homem para a sua imagem. Na real, mesmo, nem me imagino tão íntimo assim, pois não sou muito de babar no ovo de ninguém, somos todos providos de alguma qualidade e uns se sobressaem a outros… normal.

Vejo estes como pessoas queridas e comuns, que ao mesmo tempo que merecem todo o meu respeito, não passam de humanos vivendo suas verdades.

Tenho dificuldade de endeusar pessoas. Apenas as admiro, tento me aproximar sem muita ladainha e badalação e ter uma conversa qualquer. Acreditem, se eu puder nem ir ao evento desta pessoa, e talvez isto seja algum defeito genético, ou falta de alguma vitamina (sei lá) provavelmente não irei, mesmo a admirando muito.

Olha que têm pessoas que sinto uma falta absurda e nem sequer sou amigo no Facebook, até para não forçar minha presença e muitas palavras!!!kkk

Evito lugares em que minha informalidade não combina com o momento.

Meu, esta revelação sobre a minha forma de agir, pode, inclusive, fazer com que você entenda que, se fui te ver e achei que era válido conversar com você, creia, não era falso ou enchimento de linguiça, eu estava ali de verdade e te considerava o suficiente para que tivesse uma boa conversa.

Por outro lado, se me esquivei ou fui disperso, provavelmente não te conhecia o suficiente ou achei que meu papo furado não iria te acrescentar em nada.

Acho que isto se dá ao fato de eu ter uma personalidade introvertida, o que não deve ser confundida com envergonhada e nem tímida. #prestaatençao

Já pensou que a nossa presença ou opinião para uma pessoa, que conhecemos ou não, pode ser algo de grande importância e mudança de vida?

Aquela opinião que damos pensando em outra coisa e completamente sem pretensão nenhuma, pode ser o agente transformador de alguém? Já imaginou sua responsabilidade ao fazer isto?

São muitos caminhos que abrimos para as pessoas em muitos momentos de nossas vidas.
Dê atenção a todos que puder e coloque um pouco de responsabilidade nas informações, mas sem maluquices e certezas absolutas, ainda não estamos neste grau de evolução. Se hoje você está por cima, amanhã quem sabe?

Acho até que, as vezes, é importante ouvir aquela opinião do tipo: Ei! Deixa de ser mané!!! Você está fazendo merda. Repense sua atitude, cabeção!
Sim! Porque, quando tudo começa a dar certo, temos a estranha sensação de que nossas opiniões são carregadas de sabedoria e assertividades absolutas! (rsrs) Um erro grave!

Porém, quando você erra bastante, é possível que estas pessoas assertivas surjam e queiram te massacrar com suas ideias e histórias de sucesso, mesmo que você saiba que a vida delas nem sempre foi esta maravilha e que já as viu quebrar, muitas vezes.

Por outro lado, é comum surgirem pessoas que você já ajudou de muitas maneiras, ou dividiu seus melhores dias, em que, diante de uma queda, te olha com ironia e desprezo!!!

Tudo bem!!! Faz parte da revelação das quais valerão a pena no momento em que a bonança retornar, neste fluxo maluco de altos e baixos que a roda da fortuna nos oferece!!kkk

Enfim…neste momento, gostaria apenas de estar no mar, com meu pranchão, pouca roupa, em uma onda gorda, forte, mas sem exageros, e cercado de pessoas queridas!!!

Estes… realmente me fazem falta! 🙂

Anúncios