Se pudesse, você mudaria o mundo?

Li na tela do meu computador.

Uma pergunta que me veio por e-mail e uma pessoa desconhecida me enviara.

– Perguntinha difícil a esta hora da madrugada, hein? E ri da mensagem, afinal, nem sequer conhecia o cidadão que escrevera a mensagem infame.

Assinada: JC

Falei comigo mesmo:

– Jesus Cristo? José Carlos? Jiló Cozido? Jiló é com J? Deve ser. Bom, eu escreveria com “J” se tivesse que escrever “Jiló”!

Assim, de todas as opções que me surgira, o jiló pareceu mais interessante e diverteida, pode crer.

– Esta foi boa! Jesus Cristo?! kkk

O cara é tão falado, poderoso, uma lenda, um objetivo de vida da crentaiada e cristandada geral, por que se importaria em falar logo comigo? Bobagem de algum cretino por aí, com certeza.

Olhei o e-mail de novo e ri mais uma vez, um ser abstrato me chamando. O que mais me falta? O Papai Noel, o Coelho da Páscoa? O Ar me mandar e-mails? Que besteira brava!

Pô! Ele não deve ter e-mail, o cara nem largou as roupas de 2000 anos atrás, vai saber usar e-mail agora? Ri de novo daquela mensagem. Porém, fiquei incomodado.

Em uma listagem rápida das milhares de pessoas que poderiam ser contatadas pelo Rei do Baião, eu deveria estar entre os últimos. Que bobagem.

Viajei na maionese logo na sequência, imaginando como teria se dado aquele e-mail? Algo físico e bem ali na minha tela, enviada por um ser abstrato?

Tá lá, alguém quer que eu acredite que Jesus Cristo me mandou um e-mail e ainda quer saber se quero mudar o mundo? Assim, tão simples e ao alcance de minhas mãos?

Já pensou nisso aí?! Nada mal, hein? Pois bem, tenho umas paradas pra arrumar mesmo.

Pensei nas várias dificuldades humanas, nas doenças, na falta de uma referência viva e presente que todos nós necessitamos. Alguém que realmente tenha passado da página 2. Eu mesmo não conheço ninguém. Tudo suposição, nada concreto.

Pensei no meu país, um caldeirão de maluquices e injustiças!!! Naquele monte de políticos, nos médicos, nos cientistas, nas indústrias farmacêuticas, na conformidade das pessoas.

A Fé! Coisa absurda e temerosa, tipo aquela brincadeira de soltar o corpo e o amiguinho sacana te segurar antes de estatelar no chão. Esta mesmo, a fé inabalável dos mais humildes, na arrogância de quem tem o poder em suas mão, na eterna luta do bem contra o mal, mesmo não sabendo quem é quem.

Imaginei na responsabilidade que tinha em mãos, caso aquele e-mail fosse mesmo real e vindo de Jesus Cristo! (rsrs)?

Diante do silêncio da madrugada, onde as perguntas e respostas parecem ficar mais profundas e carregadas de uma certa tensão nervosa, tremi!

Pensei: E se esta coisa for real?

Já passei por cada uma nesta vida: Cubos flutuando sobre minha cama, canos que atravessam meu quarto, pessoas e cabeças que me observam do nada, entre outras maluquices sem fim, vai que…

Um leve medo bateu em mim e meu estômago pareceu sentir mais frio do que o normal. Então, falei em voz baixa: – Como responder?

Por alguns segundos imaginei o tamanho da responsabilidade que seria dar uma resposta justa e que trouxesse alegria e paz para milhares de pessoas.

Nestas horas, me imaginei com uma responsabilidade de consequência mundial, a gente se sente um pouco inseguro, né não?

Imaginei muitas histórias e obrigações, uma enorme responsabilidade sobre milhares de pessoas em condições terríveis!

Sei lá, se pensar bem, nem precisava ir tão longe, nem mesmo sair fora de meu país, ou até aqui do meu estado. Era só passear de carro e, em menos de 15 minutos, visualizaria as piores cenas de aparentes injustiças e sofrimento.

Pobreza física e cultural, milhares de pessoas sem rumo e sem esperança.

Mudar o mundo? Por mais complicado que fosse, era o mais fácil, mas como torná-lo melhor, sem que as próprias pessoas beneficiadas por esta mudança não retornassem à mesma?

Teríamos condições de sustentar a mudança? De não tornar a estragar o possível paraíso que imaginara?

Tenho um e-mail em mãos que me dá a possibilidade de mudar o mundo, mas ainda não consegui respondê-lo.

A madrugada é mesmo perigosa, mexe com a cabeça da gente!

Acredito que seja apenas um Bug, ou algum idiota de zoação com a minha cara, mas, de qualquer forma, se você acordar se sentindo diferente, onde o mundo ficou inexplicavelmente melhor, pense que, talvez, eu tenha respondido o tal do e-mail. Porém, para mantê-lo sempre igual, ou melhor, depende muito de você também.

Por favor, não estrague tudo de novo!

Anúncios