A pegada do texto é a mesma do video, aperta o play e deixa a trilha rolar:

 

Seja bem-vindo! Levante seu copo e brinde comigo!

Porque hoje estamos em paz! Então, relaxe um pouco e aproveite esta trégua.

Neste velho e mal cheiroso bar que fede como o cão, comemoraremos juntos e tranquilos esta linda vida breve e maluca!

Sim! Sou o que chamam de pirata. Ok!

Pois é! Eu sou assim. Até aqui é assim que tem sido e parece que sempre será! Fazer?

Espero que compreenda minha necessidade de ganhar unzinho, é minha índole, ter ou tomar, desagradável assim mesmo.

Sou visto assim por todos vocês, gente bonitinha, bem vestidinha, educadinha, homens delicadinhos, mulherzinhas de bons costumes, ótima família e cheia de confortáveis possibilidades: apenas um maldito, sem moral, sem arrependimentos e um terrível pirata dos 7 mares.

Sabe de uma coisa? Amo o que faço e sinto muito, mas sou assim mesmo: Primeiro eu, depois você! Não me leve a mal, coisas do ofício e parte de minha arte.

Sou profissional na execução desta “profissão” insalubre!

Espera lá! Não entendo sua surpresa, na real nem ligo, sou um pirata, cacete!!! Não podia ser diferente.

As vezes mal remunerado, sempre mal quisto e visto como uma péssima referência.

Ei! Se digo mal visto, não quero dizer que um ou outro me ache um cara, as vezes, um pouco desagradável, não! Sou uma pessoa odiada por todos e muitas vezes rejeitado, tanto pelos meus inimigos, tanto quanto pelos que vivem por lá, naquele navio nojento, velho, com o ícone da caveira e os ossos cruzados na bandeira preta e atracado naquele cais, nesta porcaria de cidade.

Ser um pirata é ser mau, rústico e cheio de ganância, por isso, creia, são raras as pessoas decentes e dignas ao meu redor. Se as conheço? Lógico! São as minhas mira diária e o fruto de minha renda.

Como disse, sou muito profissional nesta questão, não confundo as coisas! Primeiro eu, depois você… gente boa! Sou assim, porque sou assim e fui criado assim pela vida!

Eis-me, um ótimo pirata de quarenta e poucos anos, desacreditado por ter conseguido chegar até aqui vivo, na ativa e um tanto quanto bêbado. Como sempre!

Sei que seria meio bobo dizer que até tenho bons pensamentos, desejos virtuosos e já cheguei a fazer um ou outro ato heróico? Pois é, lá dentro de mim, mora um homem lindo, cheiroso, barbeado, sóbrio, cheio de boas virtudes e em defesa das donzelas em perigo. Mesmo que as tenha roubado sutilmente. Sabe como é?! Porém, tenho um nome a zelar e hábitos incontroláveis.

Blurff! Desculpe!

A vida é ótima, maravilhosa e admiravelmente pouco sóbria! Pelo menos para mim.

Blurff! Desculpe de novo!

Viva a vda! Viva o Rum que carrego aqui, fiel companheiro para todos os dias, bons ou ruins, sempre à mão e tal qual uma Bíblia para o homem temente a Deus!

E aqui, faço questão de abrir aspas:”Glória eterna ao nosso querido Senhor Jesus Cristo e Amém”. Poque se tem algo que temo e admiro é este respeitável Senhor! E é assim que tem que ser e espero que você também tenha retirado o chapéu de sua cabeça em sinal de consideração, enquanto eu estava com os olhos fechados. Atenção! Meus homens odeiam heresia.

Sigo em frente e ligado!

Não me leve tão à sério! Nada aqui é pessoal!

Apenas um brinde ao dia de hoje, porque amanhã a Deus pertence.

Quem sabe o que será de nós? Sua vida retirada injustamente por um pirata maldito, ou a minha em uma forca qualquer por este mundo afora, diga-se de passagem, muito provavelmente com toda razão e justiça!

Erga-te e, por enquanto, ainda não lança-te ao mar, mas simplesmente brinde comigo:

¡Salud!

Anúncios