Malandro é o pato! Dizia meu pai.

Não! Eu não tinha a menor ideia do que ele se referia e o do porquê do pato ser tão malandro!

Hoje eu sei. É apenas uma piada sobre o casamento e aquela coisa toda.

Não acho que ele dizia aquilo porque não gostava de estar casado e ter milhares de filhos, não mesmo.

Ele amava a família dele e seus muitos filhos, cada um de uma maneira e a seu tempo.

Enfim, a piada é boa, mas não se encaixava em sua vida, pois ele adorava ser casado. Com certeza!

Não sei como é a família em que você está agora, se você é o filho, o pai, a mãe, a esposa ou o marido. Pode ser até mesmo que não haja ninguém por aí neste momento. Sei como é isso, tive um grande amigo que morava no centro de São Paulo, em uma dessas pensões bem vagabundas, sozinho.

Toda sexta à noite, quando se aproximava a hora de ir para casa, no final do expediente, podia sentir toda a pesada solidão que sua vida exalava.

Era uma falta de planos, cuidados e compartilhamentos. Triste mesmo.

Na real, ele morava em um quarto que dividia com mais três figuras. Estas, não eram sua família e aquilo era bem claro para mim, graças as suas reclamações e por ele sempre me jogar na cara que eu tinha um lugar, com pessoas queridas para onde voltar.

A frieza da sua vida privada me incomodava. Éramos amigos e tínhamos uma boa convivência e parceria, mas o jeito dele não combinava muito com o meu, por isso, não éramos daqueles amigos que curtiam juntos o final de semana. Nem sei se ele queria isto para a vida dele. Quando eu o chamava, ele logo dizia: – Onde um cabeludo esquisito se encaixa em sua vida de bairro, de periferia. Eu educadamente respondia: – Então, que se foda!

Na real, riamos muito sobre isto e outras muitas coisas! Era a vida que tínhamos e só nos restava ir em frente.

Eu trabalhava na Galeria do Rock e, mesmo sendo uma época em que o Rock em suas muitas formas bombava, não frequentava lugares daquele mesmo estilo nos finais de semana. Acho que queria sossego e curtir minha vida pacata de garoto de bairro e periferia, mesmo!

Na real, eu adorava ser um cara tranquilo e comum de periferia. Em uma época em que a periferia era apenas um bairro afastado e não extremamente perigoso, como nos dias de hoje.

Sabíamos quem eram os perigosos e os de paz, pois todos se conheciam… diferente dos dias atuais. Porque hoje parece que na dúvida, atire primeiro! E assim, perdi muitos amigos também!

Família! Qual é o seu outro objetivo na vida, ou melhor, o que está acima dela?

Eu sou família, pra caramba!

E vou te dizer uma real, sou tão família que no dia em que teve o Dia da Família na escola do meu filhinho, fiquei emocionado pacas! Entendi mais uma vez que nada está acima disto.

Mesmo chateado por terem retirado a festa junina, porque houve uma reinvidicação por parte dos evangélicos, os novos inquisidores, e que não participariam da Festa Junina, senão o Deus deles os queimariam nos quintodosinfernos, graças as musiquinhas que fala de santos [?], então a escola se viu obrigada a substituir esta festa tradicional e super divertida pelo Dia da Família. Ok! Até me senti bastante feliz de participar daquele dia com a minha galera! Rolou um sentimento e um significado forte, mas senti falta daquelas danças tão divertidas! Danças que estavam tão ligadas a outros tempos, outra família!!! Meu pai e mãe… tão queridos!

Um outro tempo, o que aconteceu com aquela minha família antiga de milhares de pessoas?! Vamos dizer que deram um degradê na minha vida: foram sumindo, sumindo… sumiram!

Devem estar bem e felizes, cada um com sua história, família e ocupações!

Ou mais ou menos isso, só sei que a família de verdade são aqueles que estão debaixo do seu teto, se preocupam, participam e precisam de você, o resto são apenas bons amigos!

De qualquer forma ninguém lê as bagaças que escrevo aqui, mesmo! Então está tudo certo! 🙂

Olhe com Amor para as pessoas ao seu redor e as trate com muito carinho, pois quando estas seguirem seus próprios caminhos e tiverem suas famílias queridas, você, ao menos, será lembrado como alguém especial!

Viva as famílias! Todas elas e de todas as formas!:)

Muito Amor e Carinho a quem ler e entender esta mensagem querida! 🙂

 

 

Anúncios