Estou febril? Alucinações acontecem quando estamos assim, não é mesmo?

Pois é, talvez isto explique o porquê de ter acordado tremendo e tendo visões estranhas? Não é?

Tá lá, nada de novo, apenas aquela velha visão de sempre, como quase todos os dias: eu deitado com aquela cara de Popeye, um olho aberto e outro fechado, até acostumar as vistas com um e único fio de luz do sol que sai de uma frestinha minúscula da janela e que atravessa todo o meu quarto, todos os dias naquela mesma hora. Não vou fazer mistério, lá está mais uma vez: dois minutos visualizando um cubo girando sobre minha cama e dentro dele uma pirâmide dourada, sem novidades! Quem nunca acordou com uma visão assim?! #sqn

Estranho?! É! Com certeza, bem esquisito!

Quantas vezes isto já me aconteceu?! Não sei… muitas! Tantas que nem sei.

Antes me dava um pânico, medo e uma vontade danada de correr. Hoje, não mais.

Acho que definitivamente me acostumei com esta presença, algo que não se explica, não se pede, não se convida, mas está lá, quase todos os dias.

Um cubo semi-transparente que gira com uma pirâmide dentro.

Percebi que tem durado um tempo maior, pois hoje demorou um pouquinho mais, creio que um minuto a mais. Deu até para entender partes e detalhes que nunca havia visto, mas não muito, ainda tenho medo de me aproximar demais.

Do quê você chamaria esta visão?!

Aparição, assombração, extraterrestre, Ufo, Ovni, alma, espírito, Demônio? Não! Nada disso e muito menos Demônio, porque não me traz aflição e nem desespero.

Na verdade, sinto até uma grande paz. Mesmo sentindo medo, mas aí é outra coisa. É cangaço mesmo! Natural de pessoas comuns como eu.

Ei! Até pode ser Deus! Por que não? Pensa ai.

Tá! Eu não sou o cara mais forte do mundo, nem corajoso e nada que me coloque acima de você, do seu vizinho, sua mãe, sua vó, seu cachorro e nem nada, pode crer!

Já quis correr desta situação muitas vezes, mas enquanto estava debaixo da coberta criando coragem, dei conta de que nunca me aconteceu nada demais. Porque me apavorar tanto?! Você correria?

Depois de muitos anos é natural que se acostume! Não?

Lembra daquele cara comum dos meus outros textos? Ele continua por aqui, do mesmíssimo jeito e falando as mesmas groselhas. Só que tem uma parada que está rolando já faz um tempo e não dá para disfarçar. Não falar no assunto, fingir que não está rolando, já é até meio bobo.

Isto é diferente demais, é esquisito e tudo mais, mas o que posso fazer?! Acordo quase todo dia com isso!

É assim: acordo, abro os olhos e dou de cara com este “Ser”(?). Uma aparição de 2 minutos e, Puft! Nada!

O que representa um cubo com uma pirâmide dentro? Intrigante, né não?

Tem coisas girando por aí?! Aqui tem! Porém, a minha vida é exatamente igual, nada mudou por causa disso. Não sou o escolhido! Não tenho que fazer uma arca, escrever os 10 mandamentos, morrer na cruz e nem ter minha cabeça na bandeja! Nada! Só acordar de manhã e ir trampar. Aquelas coisas: busão, marmita e ralar! Todo dia!

São forças desconhecidas, mistérios da natureza?! Eu digo que são! Porém, não tenho a menor ideia de seu significado. Se é que tem algum!

Pode não ser nada, pode ser um problema nos olhos, pode ser que eu esteja meio dormindo, afinal o período da aparição é pequeno. Só sei que eu realmente não entendo o porquê disto!

Por isso, acordo daquele jeito, cansado, pensativo, detonado e observando aquela imagem sem os medos exagerados de outros tempos.

Não me lembro de nenhum acontecimento especial e diferente que me fizesse ficar nessa situação.

Sou assim: tomo banho de olho no tempo pra não gastar água e nem energia, como sopa se tenho vontade, mesmo adorando arroz, feijão e ovo, e tomo Resfenol se estou com gripe. Sim! Eu não valho nada, tomo remédios que me parecem a melhor saída, isto me coloca no domínio da situação, passo a ser dono da minha própria fuça!

As vezes sou meu médico, um pouco garçom, me compro coisas, roupas e tudo o que me der na telha! Sou independente! Não é esta a busca?! Não é essa a busca de todo mundo? Independência?

Só não uso drogas! Pode parar de pensar merda da minha sanidade mental e o uso abusivo de entorpecentes… aqui não tem essas coisas. As fumaças que passam por aqui são as mesmas de qualquer paulistano comum: escapamentos, chaminés e fogueiras na mata!!!

Pois é, eu tenho uma visão quase diária e que não representa absolutamente nada! Bom, pelo menos eu não vejo sentido algum nisso!

Apelidei aquilo de Visão! O que você faria no lugar?! Afinal, já rezei, já expulsei, já pedi, gritei e tudo o que se possa imaginar em relação e tentativas sobre este contato.

Tentativas esforçadas e empenhadas pelo DEScontato! Mas, não rolou!

Seria uma falha do Universo?! Um bug na programação? Um tilt? A resposta do surgimento da vida? Seria a Visão o Deus que tanto citam? Será que a espiritualidade é mais mecânica e orgânica do que se imagina? Estariam todas as religiões vivendo um engano?! Deveríamos rever nossos conceitos?! Estaria tudo errado e precisando começar do zero?

Ah! Se meu medo fosse menor!

– Visão, me dê visão!

 

Anúncios