Por um tiquinho assim e hoje eu não estaria escrevendo mais uma historia por aqui, pra que você pudesse ler.

Sim! Um tiquinho assim ó, uma bobagenzinha de nada, um vacilinho bobo, uma freiadinha de susto e eu estaria embarcando pro time do lado de lá. Pertenceria à galera do povo invisível!

Tudo foi tão rápido e sem sentido que ainda me espanto que tenha feito o que fiz!!!

Peguei meu carro e fui fazer uma compra às onze e pouco da noite de ontem.

Trânsito livre, cansado, distraído e curtindo uma boa música no rádio, a Nova FM de São Paulo. Era uma música envolvente em uma noite relaxante e agradável.

Me desliguei! Me deixei levar pelas deliciosas ruas livres de São Paulo, uma raridade que só as noites podem proporcionar.

Não reconheci o cruzamento perigoso que sempre esteve travado de carros e imaginando se tratar de outro ponto qualquer daquela rua…atravessei com tudo!

Um segundo e por um triz vi um caminhão passar em alta velocidade logo depois que passei, mas não muito depois que passei, porque quando digo “um triz”, digo isto de verdade, assim, passo eu e milimetricamente passa o monstro carregado e muito rápido. Carregado de carga e de certezas, afinal, não era ele o cara que estava mesmo certo nesta história?! Eu era apenas o carrinho burro a atravessar a avenida “quase” vazia, exceto pelo caminhão branco, pesado, barulhento de farol alto e de buzinaço convicto.

Passei por um triz! Por um milímetro, por quase nada… mesmo!

Já me vi passar por um triz em muitas situações nesta vida: na escola, em uma prova difícil, no exame de faixa do judô, pela competição de natação, em levar uma pranchada na cara, em uma briga com o valentão da escola, do blitz na rua, do ladrão que desviou pro cara do lado, das milhares de coisas que passaram por um fio em minha vida, mas nunca aconteceram.

Livramento? Coincidência? Rabo pra lua? Sortudo da pixorra? Sei lá!

Passei, por um triz, mas passei e aqui estou eu de novo, ou ainda!

Não sei qual é a sua reação, se disse “ufa” ou “que pena” mas, se boa ou ruim, eis me aqui!

Não foi desta vez!

E foi por um triz!

 

Anúncios