Amargo, sim! Pois é o que me traz o equilibrio, a lógica e a alegria de viver!

Ao contrario do que se pensa não é o doce que me faz feliz, pois em excesso me tira a saúde e o equilibrio.

Amargo como um café puro, ainda assim, uma delícia.

Sem o desfecho de um sorriso brilhante com um revelador e maravilhoso final feliz.

Quero escrever uma história triste e de final brusco, com aquela sensação ruim de quem não quer escrever e nem sabe, ou não quis terminar nada como se esperava… sem alívio.

As mulheres me olharão com aquele ar de desprezo, enquanto eles rirão de minha estupidez por terminar assim, sem sentido e nada resolvido.

Uma história que começa felizinha e cheia de charme, só para aparentar uma daquelas comédias românticas, mas de repente tudo se distorce, se revira e fim.

Todos ficarão revoltados, me chamarão de canastrão e estúpido, graças a tamanha decepção que sofrerão.

O mocinho sai da sala e ela ali, completamente desejosa e apaixonada pelo bonitão… e fim.

Ela liga pra ele e diz que o ama profundamente, precisa muito que ele a veja pela última vez e o convence disto, mas quando tudo insinua que ele parecia corresponder… fim!

Posso escrever que ele se arrepende de tê-la tratado de forma tão infantil e resolve ir até a escola onde ela estuda. Todos sabem o quanto ela o ama, amor adolescente e apaixonado, mas ele se depara com ela nos braços de outro, sem saber que o beijo foi forçado e arrancado da linda jovem… fim.

Sim! Decepcione-se com meus fins sem a menor razão de ser. Quero uma história assim, para que você se sinta triste, mal, arrependido e revoltado. Porque hoje acordei assim, emputecido com o mundo e sem vontade de fingir que estou bem. As pessoas são assim, decepcionam. Quem nunca quis mandar tudo à merda?

Amargue-se! Sinta e curta esta dor. Durma com isto em sua mente e é isto… fim

Anúncios