Estava andando de carro estes dias e fiquei observando as pessoas e os lugares nos quais tive que passar! Para ser sincero, não era um carro qualquer, mas uma Perua Kombi.

Eu estava ao volante, algo que seria bem comum já que adoro dirigir, mas… era uma Kombi!!! Um veículo muito específico e diferenciado de outros carros que já tive a oportunidade de dirigir!

Quem já esteve ao volante de uma Kombi, certamente sabe do que estou me referindo! Sua singularidade e dificuldades chegam, até mesmo, a ser cômicas, principalmente se ao seu lado estiverem amigos de longa data e com igual dificuldade.

Enfim, de qualquer forma, não é este o ponto principal de meus pensamentos, mas algo mais profundo! As diferenças sociais que saltam as vistas de bairro para bairro!!!

Imagine um lugar isolado, com construções simples, ruas muito estreitas e assustadoramente lotado de pessoas por todos os lados!!! Pois é, um lugar bastante intimidador… no pé de um morro na entrada de uma favela.

Não! Não fui por engano, mas porque precisava ir até lá e me entristeci ao chegar.
Talvez, você esteja imaginando que eu esteja sendo preconceituoso em julgar aquele lugar como algo feio e assustador, mas não é o caso… estou sendo sincero!!!

Sou criado e nascido na periferia, mas já havia alguns bons anos que não passava por lá, por isso… o choque!

Será que a vida é apenas uma passagem mesmo, assim como algumas religiões insistem em anunciar?

Você aí, diante de seu computador, em seu sossego, talvez não tenha a noção deste abandono, deste descaso!

Entenda, ou procure captar minhas palavras pelo lado mais simples e puro possível, não distorça meus pensamentos, mas creia… diante de tanta miséria, pessoas em pleno horário comercial e sem ocupação, sem rumo, sem expectativa de um futuro melhor… tremi… de verdade!

Será que os candidatos sabem do que estão falando e percebem que a cidade está abandonada? Será que se preocupam?

Parece que houve uma falta de planejamento e os governos que se sucederam foram empurrando para a periferia tudo o que não queriam ver dentro da cidade!

Os terrenos que na minha época eram baldios já não são, porque foram preenchidos ao extremo!!! Trataram o povo como lixo ao empurrá-los para lá sem uma estrutura digna e, assim, superlotaram as extremidades de nossa cidade.

Agora, diante do excesso, da falta de coragem, ou falta de vergonha dos dirigentes temos um problema… um grande problema! Algo que irá explodir para todos os lados algum dia… uma periferia sem apoio, em um país consumista e sem escrúpulos!!!

Senti medo e tristeza. Os jovens estão, sem saber, sendo empurrados para uma situação desprezível! Músicas horripilantes sobre sexo em volume alto, se vestem e se enfeitam de malandros, porque vendem para eles a imagem de que ser malandro é bom, meninas mal arrumadas e desleixadas, crianças sem rumo dentro de um ambiente que transpira violência, com seus rostos de malvados aos que chegam desavisados!

Creiam, até mesmo para os que estão dentro de uma pobreza, mas não tão ferrenha quanto a que vi por estes dias, o mundo lá fora é feio e perigoso. Uma periculosidade que vocês não têm noção, com tendência cada vez pior e que rola solta, pior ainda… está sendo alimentada diariamente.

Não vejo como vencer, ou retroceder… parece que o fato está consumado e rolando barranco abaixo!

Anúncios