Depois de anos vivendo com sonhos inspirados, tumultuados e significativos, me vi diante do silêncio.

No começo pensei que, talvez, fosse o momento em que me encontrava, mais voltado ao trabalho e em busca de dinheiro, como qualquer ser humano e que estivesse me deixando assim, no silêncio completo!

Todo barulho e conflito incomoda, mas para quem tem sonhos, como eu tenho, uma pausa destas… causa estranheza!

Creio que, alguns espiritualistas e pessoas mais esclarecidas possam explicar este momento de aparente tranquilidade com mais propriedade. Porém, eu sou um homem comum, que apenas escreve ao vento sem a preocupação de convencer e querer trazer ninguém para a minha verdade. Por isso, apenas digo que, se você também estiver percebendo este súbito silêncio e se perguntando sobre ele, saiba que alguém do lado de cá está, igualmente, notando este acontecimento.

Muitas pessoas, voltadas aos assuntos espirituais de várias religiões, nos incentivam ao recolhimento, à meditação e ao silêncio.

Existem várias teorias sobre esta conexão pessoal e silenciosa, que nos eleva e  nos conduz a um encontro superior. Também, dizem sobre esta fase silenciosa, onde parece que caímos em um vácuo de profunda solidão. Uma solidão para todos os lados, tanto no sentido das energias superiores e elevadas, quanto às mais negativas.

Confesso estar um pouco entristecido e bastante tenso com esta falta de comunicação passageira, mas atento a qualquer ruído diferente e tentativa de comunicação em meus sonhos.

Lembrei daquela história da águia, que em determinado momento de sua vida, se afasta de sua rotina de caçadora habilidosa para que, de maneira sofrida, possa se renovar.

Não sei a veracidade do ato em que ela necessita arrancar o próprio bico, suas enormes unhas e as penas para que cresçam novamente ainda mais fortes! De qualquer forma, percebo nesta história uma mensagem bastante poderosa de renovação.

Neste período de silêncio, não sinto a mesma dor física que a ave e dou graças por isso, mas entendo que minha alma, tão acostumada com estas conexões, parece sofrer com tamanha “tranquilidade”.

Entenda que, não desejo as vibrações atrapalhadas e carregadas de emoções, nem sempre apaziguadoras de outras épocas, mas que a falta de outras muitas elevadas e inspiradoras, realmente me dão saudades!

Enfim, não tenho a solução, por isso, de qualquer maneira, apenas fico por aqui… na busca e alerta!

Anúncios